quinta-feira, 24 de agosto de 2017

A Altice despreza os clientes

A fúria privatizadora do desgoverno anterior, na prática, traduziu-se por menos, piores e mais caros serviços. Assim é nos CTT, na EDP, PT e por aí fora.
No caso da Altice e da PT, empresa do seu grupo, além de fazerem gato sapato de parte dos seus trabalhadores, portam-se muito mal com os clientes: Uma zona da aldeia onde vivemos esteve sem internet durante 12 dias!, sem haver justificação/explicação(!). Violando as suas próprias leis que dizem solucionar avarias no prazo de 5 dias.  O desprezo que manifestam por quem lhes paga (e bem), é intolerável, inaceitável e revoltante. As inúmeras horas perdidas (sem compensação), na delegação da PT de Sintra, para resolver as suas falhas e faltas de profissionalismo, já foram mais que muitas! Estas faltas e grosseiras falhas não têm punição, porquê? Mas, caso o cliente falhe é punido sem apelo. Durante 12 dias, estivemos também sem telefone. Denunciamos o contrato. A PT diz que a fidelização não o permite(!). O telefone, bem essencial, e a internet estão sincronizados, não tendo funcionado durante esse tempo. Ora, a quebra do contrato é mais do que justificada.
Numa sociedade decente, que não esta, haveria lugar a indemnização ao cliente... mas, a Altice é inimputável!
António Costa criticou-a e não a quer como operadora. Esteve bem.
A Altice é um Estado dentro do nosso Estado?!

Vítor Colaço Santos

Público - 25.08.2017

Expresso - 26.08.2017

1 comentário:

  1. O jornal Expresso também publica hoje, (26.08.2017), este artigo e ainda bem, porque quantos mais os leitores, mais se alarga a consciência de que existem graves problemas.

    ResponderEliminar

Caro(a) leitor(a), o seu comentário é sempre muito bem-vindo, desde que o faça sem recorrer a insultos e/ou a ameaças a quem quer que seja. Não serão considerados os comentários anónimos. Obrigado.